quinta-feira, 19 de novembro de 2009

JEGUELÂNCIA: PORTAL CEARÁ AGORA REPERCUTE O NOVO ESCÂNDALO DE CAUCAIA






JUMENTOS INVADEM FORTALEZA. E EM CAUCAIA, ANIMAL É USADO PARA DEBOCHE
Por: Antonio Oliveira

Tem sido cada vez mais frequentes a presença de jumentos em ruas e avenidas das grandes cidades. As cenas eram registradas em cidades menores em virtude da proximidade com áreas rurais onde os animais eram usadas no transporte de cargas e pessoal.

Primeiro, foram as bicletas que começaram a fazer parte da vida do homem do campo e, depois, as motos que, ao invadirem as áreas rurais e urbanas, eliminaram os animais - jumentos e burros, como alternativa de transporte. Esse cenário se caracterizou no final dos anos 80 e se consolidou na década seguinte. E, hoje, os animais antes usados para o transporte de pessoas e cargas vivem abandonados, provocando acidentes frequentes em rodovias estaduais e federais que cortam municípios do Ceará.

Agora, os animais invadem as ruas e avenidas de grandes cidades, como Fortaleza, onde, na manhã desta quinta-feira, uma cena chamou atenção de quem passava pela Avenida Abolição, no Bairro do Meireles. Cinco jumentos - em dois grupos, disputavam alimentos em sacos de lixo e resto de comidas no canteiro central da avenida. O risco de acidentes era evidente.

E, na cidade de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, o jumento tem sido usado para deboche por parte de supostos servidores do programa SOS - Samu como denúncia ao abandono em que se encontra o serviço de urgência. O suposto servidor do Samu Caucaia aparece montado em um jumento, carregando uma maca e equipamentos para atender chamados de urgência. O prefeito de Caucaia, Washington Gois, não se pronunciou sobre o abandono do serviço SOS, nem providência contra o deboche feito por um suposto servidor municipal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Equipe do Blog do Deuzinho recomenda:
Leia o post antes de comentar;
É livre a manifestação do pensamento desde que não abuse ou desvirtue a imagem do Blog ou do Deuzinho Filho;
Pede-se apenas tolerância e bom-senso dos comentaristas;
Não vamos aceitar xingamentos, palavras de baixo calão ou ataques ofensivos de adversários políticos;
Não será tolerado nenhum tipo de ofensa, desrespeito, ou em desacordo com as regras do Blog ou algo do tipo: criticar os leitores ou falar mal do Deuzinho Filho (aqui, nem pensar!).
Se preferir use o e-mail:

verdeuzinho@gmail.com