sexta-feira, 26 de março de 2010

A vontade do povo versus a vontade própria de lideranças do passado.

A vontade é a capacidade através da qual tomamos posição frente ao que nos aparece. Diante de um fato, podemos desejá-lo ou rejeitá-lo. Ante um pensamento, podemos afirmá-lo, negá-lo ou suspender o juízo. Seria o povo digno de louvor? Digno da mais pura vontade política? Quando escolhemos o bom, sim somos dignos de louvor, de honrar a realidade, de expressar a nossa vontade e torna-la real. Quando escolhemos os dignos de reprovação, escolhemos o mau, ficando no inconformismo, na falta de pespctivas, e de esperanças. Nós humanos temos vontade que nos torna responsáveis pelas nossas decisões e ações. A dimensão moral do homem decorre do fato dele ter vontade. No entanto, nada deve ser exposto autoritariamente por apenas um grupo de poucas pessoas que dita a vontade e se diz dona da vontade alheia do povo.
O fato de termos vontade não só nos torna responsáveis por nossos atos e decisões, como também livra a dinvindade de qualquer responsabilidade sobre a mesma. É notório que o povo exprime sua vontade através de seus representantes políticos. Também é notório que a vontade expressa da grande maioria faz tornar realidade, os sonhos, e as vontades, antes desacreditadas, mas que por um acumulo crescente da grande massa faz formar uma força capaz de vencer qualquer barreira. A cidade de Caucaia já experimentou várias fórmulas que diante o impulso da vontade somada deu força e poder a vários grupos políticos.
Entretanto, o que era para ser a solução se viu diante da traição da imensa vontade coletiva. Em Caucaia existe a Teoria do “culto ao atraso”. Teoria esta em que Ex-poderosos de Caucaia movimentam forças contra lideranças, novas opções políticas capazes de transformar, de fato, a cidade. Estes Ex-poderosos de Caucaia esquecem e não aprendem que não adianta ir contra a vontade do Povo! Para aqueles que brigam e correm contra a vontade popular a derrota é a principal certeza do destino.
Os Ex-donos da cidade não se conformam com a potencialidade das novas lideranças políticas. Ficam no atraso da solidão da ganância. Dando sustentabilidade a cultura da marginalidade político-eleitoreira. Celebrando de pé o “culto ao atraso” de Caucaia. Para os Ex-donos da cidade o que basta é a permanência no poder, nem que para alcançar isso a criminalidade seja pensada naturalmente com auxilio de Ganges da aristocracia repletas de orgias demoníacas, onde a vontade do povo é apenas um detalhe, financiada na hora do voto.
Caucaia há muito tempo aguarda um novo projeto político. Um projeto ousado, determinado, verdadeiro e transparente. Um modelo jovem, onde a experiência domina as ações. A vontade popular clama por esta nova opção que surge como os raios do sol que leva energia todos os dias para todas as famílias caucaienses. Não há tempo para o passado, para o atraso. O povo quer ser respeitado, quer justiça política. Chega de amargura, lentidão, não fazer nada! O Sol irá brilhar em cada rua, em cada residência, em cada nova empresa, nova escola, novo posto de saúde. Caucaia merece muito mais. Caucaia terá um novo horizonte a ser conquistado e querido pela celeridade vontade coletiva.
.
Obs.: definição de vontade: Fonte Wikipédia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Equipe do Blog do Deuzinho recomenda:
Leia o post antes de comentar;
É livre a manifestação do pensamento desde que não abuse ou desvirtue a imagem do Blog ou do Deuzinho Filho;
Pede-se apenas tolerância e bom-senso dos comentaristas;
Não vamos aceitar xingamentos, palavras de baixo calão ou ataques ofensivos de adversários políticos;
Não será tolerado nenhum tipo de ofensa, desrespeito, ou em desacordo com as regras do Blog ou algo do tipo: criticar os leitores ou falar mal do Deuzinho Filho (aqui, nem pensar!).
Se preferir use o e-mail:

verdeuzinho@gmail.com