quinta-feira, 24 de março de 2011

Cearense do Século] Juazeiro celebra aniversário de Padre Cícero

Padre Cícero é reconhecido como o maior benfeitor da centenária Juazeiro do Norte. Além de ter protagonizado o milagre que tornou a cidade conhecida, realizou assistência aos pobres
FOTO: DIVULGAÇÃO

Hoje, são comemorados os 167 anos de nascimento do Padre Cícero, com uma programação especial
Juazeiro do Norte.
Uma história marcada pela devoção, acompanhada hoje por milhões de fiéis do Nordeste e espalhados pelo Brasil. São 167 anos do Padre Cícero Romão Batista neste 24 de março. É dia santo na terra do Padim, feriado municipal. O dia começa com alvorada festiva para lembrar a data de nascimento do maior benfeitor da cidade e uma das personalidades mais polêmicas do Brasil.

O Cearense do Século nasceu no Crato, no ano de 1844. Uma semana de comemorações, desde o último dia 18, foi dedicada ao sacerdote. A data tem a marca especial dos 100 anos de Juazeiro. O tema da semana foi "Juazeiro do Centenário, Terra de Oração e Trabalho".

Uma programação com envolvimento da comunidade foi realizada nos últimos dias na cidade, culminando hoje com a realização da missa de aniversário, a partir das 6 horas, com a presença de milhares de pessoas. A celebração acontece na Praça do Socorro, com comemorações durante o dia, a exemplo da Procissão das Flores realizada às 5 horas, coordenada pela Sociedade Padre Cícero, saindo da Praça da Bandeira, com encerramento na Capela do Socorro. Na programação de hoje também se realiza passeio ciclístico, do Ginásio Poliesportivo até a Capela do Socorro onde, às 19 horas, acontece show com o Padre Zezinho.

Exposição
Eventos paralelos foram realizados como a Exposição Padre Cícero e o Centenário de Juazeiro do Norte, aberta no último dia 17, e este ano realizada na praça de eventos do Cariri Shopping. A Secretaria de Educação também promoveu um concurso de redação com a temática voltada para o centenário e várias apresentações culturais foram realizadas nesse período.

A abertura da semana aconteceu com a presença do Governo Itinerante, em Juazeiro, na última sexta-feira. Shows com encontro de corais, o III Cantores de Deus e do Padre Cícero, a presença da Camerata da Bahia, Elomar e Cantora Lírica, com Galope Estradeiro, aconteceram durante os dias de comemoração. A Feira de Artesanato está sendo realizada na Praça do Memorial Padre Cícero, que este ano não sediou nenhum evento por estar sem condições, ainda aguardando reforma.

Corrida
A Corrida Padre Cícero, que todos os anos conta com a participação de milhares de atletas em vários categorias, teve sua largada da Praça da Sé, na cidade do Crato, no dia 20, com chegada no terminal intermunicipal, no Município de Juazeiro.

O secretário de Desenvolvimento, Turismo e Romaria de Juazeiro, José Carlos dos Santos, destaca dentro da programação os debates acerca da história da cidade, dentro da temática do centenário. No Colégio Salesianos, aconteceu o IV Fórum Padre Cícero, com a participação de estudantes que debateram as diversas vertentes que envolveram o Município neste primeiro século. No auditório da Universidade Federal do Ceará (UFC-Cariri), ocorreu um debate com os pesquisadores Daniel Walker e a irmã Annette Dumoulin, sobre Padre Cícero e a Emancipação Política de Juazeiro do Norte.

Árvore
O Projeto Árvore do Centenário, o Juazeiro, foi fortalecido, com a distribuição das mudas da planta durante as celebrações, com continuidade durante a missa de hoje.

No último dia 22, houve o reconhecimento, por meio de decreto municipal, assinado pelo prefeito Manoel Santana, instituindo o "juazeiro" como planta símbolo da cidade. O decreto foi assinado durante a programação do Prêmio Ambientalista do Ano, que aconteceu na cidade de Barbalha.

Fique por dentro
Vida do sacerdote

Cícero Romão Batista nasceu no Crato, em 24 de março de 1844 e faleceu em 20 de julho de 1934. Carismático, obteve grande prestígio e influência sobre a vida social, política e religiosa do Ceará e do Nordeste do Brasil. Em 2001, foi escolhido o Cearense do Século. Um fato importante marcou a sua infância: o voto de castidade, feito aos 12 anos.

MAIS INFORMAÇÕES
Secretaria de Desenvolvimento, Turismo e Romaria; Memorial Padre Cícero, Praça do Cinquentenário, S/N, Juazeiro/ Telefone: (88) 3511.4040

EDUCAÇÃO

Campanha incentiva doação de livros

Juazeiro do Norte. Com a perspectiva de instalar 20 bibliotecas comunitárias no ano do centenário, neste Município, foi iniciada uma campanha de doação, por parte da Biblioteca Pública Municipal e Secretaria de Cultura da cidade. O objetivo é oferecer aos estudantes o acesso aos livros para suas pesquisas. Já foram obtidos cerca de 25 mil livros, e o objetivo agora é chegar a mais 35 mil para complementar os acervos nos bairros da cidade. A campanha é intitulada "Seja amigo das bibliotecas comunitárias de Juazeiro do Norte".

O assessor técnico da biblioteca, Franco Barbosa, já esteve em Brasília onde adquiriu em 2010 cerca de 5 toneladas de livros, em torno de 12 mil títulos, e a campanha continua. As doações estão sendo feitas diretamente na biblioteca, na Rua Santo Agostinho, S/N, vizinho à Cagece, no Centro de Juazeiro. A primeira biblioteca foi aberta no bairro João Cabral, e estão em andamento mais 12 bibliotecas. A campanha, segundo ele, foi alternativa encontrada pela Secretaria para atingir a meta.

E não só os livros fazem parte do processo de doações, mas os equipamentos para compor as salas de leitura e organizar o material, como prateleiras, armários, mesas, birôs, cadeiras, computadores semi-usados, ventiladores e bebedouros. Barbosa afirma que essas doações podem acontecer por meio das instituições públicas ou privadas, escolas, bancos, órgãos municipais, estaduais e federais.

"Hoje, podemos dizer que esse projeto é uma realidade que deverá atingir milhares de pessoas, principalmente de áreas mais carentes da cidade. São espaços que estarão em locais estratégicos e bem preservados", diz ele, ao ressaltar a importância do aparelhamento das bibliotecas. "É também uma forma de poder servir as comunidades, com maior proximidade, já que a biblioteca central, a Possidônio Bem Filho, fica no centro", diz o secretário de Cultura, Fábio Carneirinho.

Conforme Barbosa, o poder público está fazendo a sua parte, com a iniciativa de criar as bibliotecas, mas a grande contribuição parte da própria sociedade. "Ela é responsável pela educação e pela consciência reflexiva da juventude, por um mundo mais justo, harmônico, ético, ecológico. E isso se dá por meio do conhecimento".

Primeira etapa
A primeira etapa de trabalho foi direcionada às doações para as padarias espirituais, pela Fundação Enoch Rodrigues, de Brasília. O assessor irá recorrer novamente à entidade, em Brasília, para arrecadar mais livros para o Cariri. "Espero, mais uma vez, obter boa parcela de livros, para que este ano possamos comemorar com a conclusão de todas as bibliotecas", diz, aguardando o sucesso das doações também em Juazeiro e região.

Serão necessários cerca de 60 mil livros para montar todas as bibliotecas nos próximos meses. No primeiro momento serão inauguradas seis bibliotecas nos seguintes bairros: Frei Damião, João Cabral, Antônio Vieira, Vila Nova, Aeroporto e no São Gonçalo na zona Rural de Juazeiro do Norte.

ELIZÂNGELA SANTOSREPÓRTER
Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A Equipe do Blog do Deuzinho recomenda:
Leia o post antes de comentar;
É livre a manifestação do pensamento desde que não abuse ou desvirtue a imagem do Blog ou do Deuzinho Filho;
Pede-se apenas tolerância e bom-senso dos comentaristas;
Não vamos aceitar xingamentos, palavras de baixo calão ou ataques ofensivos de adversários políticos;
Não será tolerado nenhum tipo de ofensa, desrespeito, ou em desacordo com as regras do Blog ou algo do tipo: criticar os leitores ou falar mal do Deuzinho Filho (aqui, nem pensar!).
Se preferir use o e-mail:

verdeuzinho@gmail.com